Traição. Eles e Elas

Traição. Eles e Elas

1 de maio de 2019 2 Por Pamela-M

A muito já tinha em mente falar sobre traição, alguns emails que recebi, queriam até saber quem trai mais, o Homem ou a Mulher. Bom, aqui irei também comentar um pouco sobre isto.

Primeiramente o porque da traição? Existe pessoas que são já de berço infiéis. E olha que tem muita gente assim. São aquelas que já nascem achando que um parceiro não vai o ou a satisfazer, mesmo se ela ou ele teve inúmeros parceiros ou parceiras durante a vida, mas no momento que estiver com alguém durante a vida, vai escapar para ficar com outra pessoa. Nesses caso não tem jeito, a pessoa já nasceu para trair.

Mas há os casos que são configurados por situações do relacionamento, aonde um traiu porque o outro traiu, ou o parceiro está deixando a desejar em alguma coisa. Não vou aqui falar que a mulher é sentimental e por isso trai, não é porque sou mulher que irei falar isso, até porque eu no convívio delas tenho certeza que as mulheres traem mais que os homens, apesar de muitos falarem ao contrário ou até a mídia dizer isso.

Acontece que o homem é mais facilmente pego em traições, já a mulher trai e não são pegas com facilidade, e assim geralmente se passam como santas. Mas não vou entrar neste mérito.

Geralmente para ambos a traição começa quando o desejo pelo outro esfria, geralmente no caso do homem, quando a mulher começa a negar sexo, não se produzir para ele, ou quando o papel de mãe fica muito presente no dia a dia, e deixa o papel de mulher de lado. e nos casos também de quando a mulher evitar coisas no sexo. Como: Sexo anal ou engolir o esperma do parceiro após um belo sexo oral. Passa a ser comum o homem procurar uma garota de programa para realizar tais desejos dele, ou uma amante.

No caso das mulheres é um pouco diferente, ela começa a pensar na traição quando ela tem desejo, mas ele só quer saber do futebol ou beber com os amigos, e também quando ele já começa a falhar nas ereções.

Tirando esses casos, e outras situações, a mulher tem o instinto de traição mais aguçado, voltando a repetir, apesar de muitos falarem que é o homem. Na verdade não é. O homem é mais aberto, atirado e piadista, mas enquanto o homem está flertando, a mulher já está na cama com outro. No dia seguinte a vizinha vai dizer que viu seu marido olhar para uma mulher no outro lado da calçada, mas nem vai saber que neste mesmo instante você estava em uma transa com outro homem.

Quando trabalhava em um banco, em um setor tinha um gerente geral, que era casado, na sessão dele haviam sete mulheres, casadas, noivas… Este gerente pegou todas as sete mulheres deste setor. No dia seguinte no meu setor no qual eu trabalhava só tinha os comentários da mulherada. Que o gerente era bonitão, pegador, mas que era um baita traidor, enquanto a mulher estava em casa ele estava pegando todas no banco. Mas elas não mencionaram que todas que ele pegou também traíram seus maridos, namorado ou noivos, já que todas eram comprometidas. Enquanto um homem traiu uma mulher, sete mulheres traíram sete homens. Como não sou corporativista, não tenho como defender nós mulheres. Ali eu sei que nenhuma tinha razão para trair, fizeram por natureza, e com certeza o gerente também. Mas ele foi alvo de ser traidor, mas nenhuma mulher se passou como traidora. E olha que isso não é o feminismos que existe hoje, visto que já sei que acontece desde os tempos de minha finada vovó.